LIVROS | Beastly de Alex Flinn

20:09


Beastly de Alex Flinn.
Editora: Caracter Entertainment. 
328 páginas, livro de bolso.
Classificação: 3,5/5

Author

Kyle é um rapaz bonito e popular, cujo pai é famoso. Mas, o seu encanto é apenas na aparência. No seu interior é arrogante, cruel e adora rebaixar qualquer pessoa que se atravesse no seu caminho. É-lhe, então, lançado um feitiço que o transforma em monstro e que só se quebrará se ele receber um beijo do verdadeiro amor. 

Abandonado pelo pai numa casa apenas com uma empregada e um professor cego, Adrien (nome que acaba por adotar depois da transformação) tenta conformar-se com a ideia de que nunca irá conseguir quebrar o feitiço. Mudando hábitos e atitudes, acaba por se transformar numa pessoa bondosa e altruísta, culta e interessada por aprender.

Numa noite, o pai de Lindy invade a casa de Adrien e, depois de ser apanhado, troca a sua liberdade pela da sua filha. Assim, Lindy torna-se prisioneira de Adrien e a sua última esperança de quebrar o feitiço. 

Aos poucos, uma amizade vai crescendo e Lindy deixa de reparar na aparência de Adrien, passando a ver apenas o seu interior. Um amor cresce e, mesmo depois de uma separação dolorosa, ele vence e Adrien quebra o feitiço.

Author

Este livro tem uma leitura muito fácil, e, por ser uma adaptação de um clássico, torna-se engraçado ver as diferenças entre ele e a história original. É pequeno e compacto (por ser um livro de bolso) mas tem uma letra dum tamanho que me agrada (isto porque eu não gosto de ler livros com letra muito pequena). Está dividido por partes (que estão divididas em capítulos), introduzidas por conversas num chat que é uma espécie de 'Alcoólicos Anónimos' mas para monstros, aberrações ou qualquer pessoa que tenha sofrido um feitiço.

Author

Tento sempre tirar lições dos livros que leio, tirar o maior partido do que eles, mesmo que indiretamente, nos ensinam. Este não foi exceção e, apesar de serem coisas que já sabemos, nunca é demais relembrar:

          O que realmente importa é o interior das pessoas e, por vezes, o aspeto é até enganador. É fácil de ver pelo exemplo deste livro que, enquanto Kyle era muitíssimo atraente e encantador mas arrogante e cruel, Adrien era assustador fisicamente mas no seu interior era bondoso e altruísta.

          Se não desistirmos, não há impossíveis. Adrien quebra o feitiço umas horas antes de se tornar monstro para sempre.

Um grande beijinho,
Susana

Esta é uma das coisas novas no meu regresso: a review de livros. Não leio muito, mas quero mudar isso. Espero que gostem.

You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por teres vindo visitar o meu mundo! ♡
Qualquer questão será respondida no próprio post.